Leitores:

Translator:

janeiro 02, 2012

CUIDANDO DOS PENSAMENTOS E DAS EMOÇÕES


por Keli Soares

Por que as escolas não têm a disciplina inteligência emocional? Deveríamos aprender desde cedo a lidar com as emoções. Não aprendemos a lidar com elas, mas as sentimos de qualquer maneira. Se sinto raiva, corro o risco de armazenar culpa porque aprendemos que sentir raiva é errado. Assim, tentamos fugir delas, mascará-las, negá-las, bloqueá-las. Ao bloquear uma emoção que consideramos negativa, também bloqueamos as outras. Aprender a ouvir a mensagem de cada emoção pode nos trazer muitos benefícios, ao passo que a inabilidade para lidar com elas nos causa dor, desconforto, mal-estar e muitas doenças.

A mensagem da raiva é: algo fora de mim não está de acordo com o que quero. Em seu aspecto positivo nos dá energia para nos defender e a quem amamos e pode nos motivar a buscar situações melhores. O filme "E o vento levou" mostra um exemplo de raiva bem canalizada. Há uma cena em que Scarlet Ohara chega na fazenda que fora destruída, abaixa-se, pega um punhado de terra, levanta aos céus e diz: "jamais passarei fome"... E assim aconteceu.

Pense na palavra IN VEJA e vamos brincar um pouco com a palavra... Se você está cobiçando o que é do outro é porque tem potencial para consegui-lo. IN em inglês significa dentro e portanto VEJA IN, veja dentro de você, pois pode conquistar aquilo que está desejando. Não olhe para fora, olhe sim para dentro, os recursos estão aí.

A tristeza leva à introspecção, sinaliza que algo dentro de nós não está de acordo com nossa natureza. Exige um exame interno: O que quero mudar? O que preciso deixar morrer, deixar ir para que o melhor desperte? Durante a noite, mesmo que o céu esteja escuro e não seja possível ver as estrelas, elas estão lá...

O medo em sua essência é protetor, mas em volume alto nos paralisa. Precisamos apenas aprender a diferenciar o medo real do medo irreal. Vou usar um exemplo que li uma vez: "um homem está andando pela rua e quando olha para cima tem um piano caindo do alto de um prédio. Este é um medo real, há um perigo real, ele tem que fugir para se proteger. O medo torna-se irreal quando o homem, a partir de então, passa a andar pelas ruas com medo de que um piano caia sobre sua cabeça".

Podemos aprender a identificar nossas emoções, nomeá-las, identificar como estão se expressando em nosso corpo, acolhê-las, entender sua mensagem e utilizar essa energia positivamente, canalizando-as de maneira produtiva, usando a mensagem de maneira adequada.
A teoria cognitiva propõe que um pensamento gera um sentimento que gera um comportamento e isto faz muito sentido. Os sentimentos são pensamentos em movimento no corpo. Ao identificar nossos pensamentos, podemos cuidar melhor das emoções.

Daniel Amen em seu livro "Transforme seu cérebro, transforme sua vida" propõe uma teoria muito interessante para lidarmos com os pensamentos negativos que geram emoções tóxicas.

ANT (Automatic Negative Thoughts) em inglês significa FORMIGA, traduzido para nossa língua pensamentos-formiga são estes pensamentos negativos automáticos que geralmente não temos consciência e acreditamos neles como se fossem verdade.

Imagine que você está em um piquenique e deixa um sanduíche na cesta no gramado. Ao se distrair, muitas formigas atacam o sanduíche... Sem perceber, você o pega e as formigas sobem pela sua mão e começam a lhe picar. É difícil afastar um montão de formigas, mas se estiver atento, vai evitar que as formigas subam e assim que a primeira tentar subir pela sua mão, verá imediatamente e será capaz de tirá-la. Se você se torna consciente dos pensamentos negativos, pode substitui-los antes que lhe façam mal.

"Não é possível impedir que urubus sobrevoem as nossas cabeças, mas impedir que façam ninhos em nossos cabelos, nós podemos".

Os tipos de pensamentos- formiga são:

GENERALIZAÇÃO: tirar uma conclusão generalizada com base em um evento ou com parte de uma evidência. Se acontece uma coisa ruim, você pensa que sempre vai acontecer. Quando estiver utilizando as palavras "sempre e nunca", atenção, porque pode ser uma formiga. Ex: Eu sempre esqueço isso! Eu nunca consigo aquilo outro! E por aí vai...

NEGATIVISMO: concentrar-se sempre no aspecto negativo da questão, sem considerar os pontos positivos. "Quando você olha para um jardim, você pode olhar para as flores ou para as ervas daninhas" e eu acrescento: você pode olhar para as flores, para as ervas daninhas e escolher em qual fixar sua visão, mas lembre-se de tirar as ervas daninhas para que as flores possam crescer lindas e saudáveis...

PENSAR TUDO OU NADA, OITO OU OITENTA: quando você fica rígido pensando que tem que ser preto ou branco, certo ou errado, bom ou ruim. Quando está nos extremos é hora de ver que existe uma ponte entre os dois. Atravesse a ponte. Experimente outras cores, outras possibilidades, alternativas...

PERSONALIZAÇÃO: quando você se responsabiliza por um evento do qual não tem responsabilidade ou quando você pensa que o que as pessoas estão conversando diz respeito a você ou de alguma forma relacionado a você. Ex: Todo dia você reza o terço e um dia você não o faz e alguém querido é assaltado, você se culpa pensando que foi porque não rezou o terço naquele dia. Outro exemplo: Tem duas pessoas conversando e rindo e você já pensa que estão rindo de você, sem nenhuma evidência para tal.

PENSAMENTO CATASTRÓFICO: é quando você superestima as chances de um desastre. Espera que algo insuportável ou intolerável vai acontecer. Ex: A minha aula vai ser horrorosa, as pessoas vão me criticar. Se eu namorar ele vai me trair e vou sofrer.

PENSAR QUE OS SENTIMENTOS SÃO VERDADE: é quando você sente algo e pensa que aquilo é uma verdade e não apenas um sentimento. Ex: Sinto-me fracassado, portanto sou um fracasso. Sinto-me inadequado, portanto sou inadequado. Sinto-me perdido, então, a situação não tem solução.

LEITURA DE MENTE: achar que pode ler a mente das pessoas, sem verificar comportamentos e provas. Ex: Ele pensa que eu sou estúpido. Na entrevista, o entrevistador deve ter me achado um idiota... Graças a Deus, temos liberdade no pensamento, não temos bola de cristal nem como ler a mente do outro. Então, quando estiver dando um de vidente, alerta vermelho... é um formigão!

PREVISÃO DE FUTURO: você espera um resultado negativo e já supõe que é um fato estabelecido. Cuidado porque nossas profecias negativas podem se autocumprir. Ex: Eu sempre fui assim, não vou ter como mudar. Você pensa que não vai funcionar e nem se dá a chance de tentar.

PENSAR DEVERIA, TENHO QUE ou TENHO DE: cuidado com a rigidez, guiar-se por regras assim, transforma seu interno em uma panela de pressão. Desenvolva mais flexibilidade. Você não tem que nada, VOCÊ PODE!

AMPLIAÇÃO/REDUÇÃO: é quando você tem uma tendência a exagerar a importância da informação ou das experiências negativas, enquanto banaliza ou diminui a importância da informação ou das experiências positivas.

Esta teoria pode ajudar, mas não fique só na leitura, pratique!



4 comentários:

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga Soninha.

Adorei!!
Menina, é mesmo!!
Poderiam nos ensinar a lidar com as emoções. Eu seria muito beneficiada.
Quando o alicerce da gente é a emoção, fica tão difícil trilhar certos caminhos...

Muito obriga pela sua companhia.
Que 2012 lhe presentei com a paz, saúde e muitas alegrias.

Beijos no coração.

marciagrega disse...

Lindíssima mensagem. Nunca havia pensado no prefixo "in"... Valeu!

Beijão

Marlene disse...

LINDO SONINHA ADOREI AINDA NÃO CONHECIA ESTE BLOG NOVO PARABENS AMIGA FICOU DIVINO VOU SEGUIR VOCE TAMBEM AQUI TUDO AQUI É MUITO ESPECIAL COISAS QUE PRECISAMOS SABER PARA NOS SENTIRMOS MAIS SEGURAS NO DIA A DIA SUCESSO AMIGA BJS MARLENE

Pepi disse...

Parabéns pelo novo blog, amiga
Adoramos
Tenha uma boa noite e tuudo de bom
Beijinhos de
Verena e Bichinhos